Saturday, 23 May 2009

V for Vendetta

V for Vendetta, realizado por James McTeigue com um argumento incrível. É indubitavelmente um dos melhores filmes de que tenho memória. Não vou fazer um post sobre a história nem uma sinopse porque não consigo, é daqueles filmes que só vendo.. Indescritível, mesmo!



Esta é a mensagem que deixamos a todos os followers do nosso blog/twitter/facebook, que ainda não tivémos o prazer de conhecer:

We hope that the world turns, and that things get better. But what we hope most of all is that you understand what we mean when we tell you that, even though we do not know you, and even though we may never meet you, laugh with you, cry with you, or kiss you, we'll be here for you and we love you PEOPLE!

Friday, 15 May 2009

The world is just awesome

Nem sempre o mundo nos parece o melhor sítio para viver. Pessoas que parecem ter estacionado no parque errado ou não puseram a moeda no parquímetro certo, cerebralmente falando... Contudo, o mais importante é que nunca deixemos de seguir as nossas convicções e pô-las cá para fora, mesmo que isso nos faça sentir "diferentes" ou que não nos enquadramos nos quadros esteriotipadamente estabelecidos. Não há nada como confiar em nós próprios, o medo de não nos integrarmos socialmente ou de nos verem como estranhos muitas vezes faz-nos duvidar da força e do valor que temos. Parem, pensem e ajam! Não chega lamentarmo-nos ou denunciar-mos o que se passa, o mundo pode ser um sítio melhor! Este pode ser um post um bocado despropositado e até secalhar demasiado pessoal mas é o que neste momento sinto que preciso de escrever. Aqui fica um video que anima sempre!



Produzido pelo Discovery Channel!

Twitter na vida real

E se as pessoas dissessem alto e a bom som o que dizem no Twitter?

Dan, do College Humor foi experimentar...

Tuesday, 12 May 2009

Facebook envolvido em polémica por causa de grupos que negam Holocausto

11.05.2009 - 21h51 Susana Almeida Ribeiro in Publico Online


"O Facebook está actualmente no centro de uma polémica. A rede social é acusada de não eliminar grupos que promovem a negação do Holocausto nazi. Durante o fim-de-semana, os administradores do Facebook tiveram que enfrentar as críticas de vários utilizadores e em particular de Brian Cuban, um advogado de Dallas que tem levado a cabo uma campanha para que o Facebook remova esse tipo de grupos que promovem um discurso de ódio na rede social.

Apesar desses grupos serem pequenos e terem pouca expressão no Facebook, ainda assim a rede acolhe no seu seio mensagens típicas de grupos neonazis, que louvam a supremacia ariana, as suásticas e o regresso dos campos de concentração, dos quais mostram fotografias, indica o “The Guardian”.

Um dos grupos presentes no Facebook, que diz que o Holocausto é “uma série de mentiras”, difunde mensagens sugerindo que os alemães foram manipulados pelos interesses judeus, ao passo que noutra ponta da rede social um outro membro escreve que os judeus são “cobras” e “mentirosos”. Em resumo, trata-se de mensagens ofensivas que, na maioria dos países europeus, seriam banidas.

Durante os últimos dias, o Facebook tem respondido às críticas de uma forma que mais parece atiçar a polémica, em vez de a serenar. Num mail trocado com a rede social, o advogado Brian Cuban divulga a resposta da empresa: “Somos sensíveis a grupos que ameaçam as pessoas com violência, e esses grupos são eliminados. Também removemos grupos que expressam ódio face a indivíduos e grupos que são apoiados por organizações terroristas conhecidas. Porém, não deitamos abaixo grupos que escrevem contra países, entidades políticas ou ideias”.

Por seu lado, o jornalista Chris Matyszczyk, do CNet, também publicou uma resposta fornecida por um dos porta-vozes do Facebook, Barry Schnitt: “Basicamente, nós repudiamos os ideais nazis e consideramos que a negação do Holocausto é uma coisa repulsiva e ignorante. Porém, acreditamos que as pessoas têm o direito de poderem discutir estes temas e queremos que o Facebook seja um local onde as ideias, mesmo as controversas, possam ser discutidas. Claro que impomos alguns limites”.

Esta ambiguidade irritou o advogado Brian Cuban e originou uma pequena “tempestade” de protestos por parte dos utilizadores, que acusam o Facebook de hipocrisia, argumentando que não têm qualquer espécie de dúvida ao eliminarem fotografias de mulheres a amamentar os filhos mas toleram grupos que seriam ilegais em muitos países. Se a rede social tem uma equipa de chamados “polícias da pornografia” para monitorizar e controlar fotografias consideradas “arriscadas”, porque é que a rede social não oferece o mesmo tipo de esforço ao policiamento de mensagens racistas e xenófobas? De acordo com o “The Guardian”, esta polémica é um produto acabado dos conflitos internos dos Estados Unidos da América com a moral. O país tem pouca tolerância com conteúdos pornográficos, mas garante como “liberdade de expressão” mensagens violentas e racistas. Um país que pára ao vislumbre de um mamilo, mas que não censura imagens de guerra."

Monday, 11 May 2009

Monday, 4 May 2009

Post (F)útil

The Sartorialist é um popular fashion blog.Criado por Scott Schuman, antigo director de moda masculina do Bergdorf Goodman. Depois de deixar o seu cargo em 2005, começou a andar pelas ruas com uma câmera digital e a fotografar pessoas que considerava terem um estilo interessante. Postava as fotografias no seu blogue e por vezes comentava-as. Conhecido por fotografar "real people". Em 2007 foi considerado o 35º homem do ano no top 49 do AskMen.com.

Selected as one of Time Magazine's Top 100 Design Influencers.



South Park: Internet Stars

A paródia que o South Park fez com o youtube e algumas das suas internet stars:


Parodie Stars Youtube (South Park S12 E04)
by hadrienl


Episódio "Canada On Strike", Season 12 E 4.

Sunday, 3 May 2009

um post legítimo: parte um

Estive num revival de boys band. Nunca é tarde para se ter uma infância feliz, mas ainda bem que cresci.



Part One - East 17:It's Alright







Part Two - Moffats: I miss you like crazy






Part Three - Take that: Back For Good






Part Four - Kelly Family: I Can't Help Myself






Part Five - New Kids On The Block: please don't go girl





Não, isto nem sequer faz parte da lista de guilty pleasures.

Simpnozine yourself


Outra aplicação web 2.0. Com esta ferramenta podes tornar-te um simpson.
(e até tem idioma em português. uau.)
Em
simpsonizeme.